Fc Noticias » Saúde » Depressão pós parto em homens

Depressão pós parto em homens

Quem pensa que só as mulheres sentem depressão pós o parto se engana totalmente, homens de todas as idades se sentem inseguros quando o assunto é ser pai. Neste visualizaremos quais os sintomas e os tramamentos utilizados nos casos de depressões paternais.

     

Depressão

Ao dar a luz, as mulheres e os bebês viram o foco principal para toda a família e amigos, fazendo com que o homem deixe de receber a atenção que ele possuía antes. Essa depressão pós parto, tanto materna quanto paterna pode ser prejudicial ao comportamento do bebê. Pela resistência em procurar ajuda, é mais fácil identificar os sintomas da depressão no pai do que na mãe.

Os sintomas mais fáceis de perceber quando o homem está com depressão são:

* estresse;

* não se sentir um bom pai;Depressão pós parto

* falta de apetite;

* não conseguir dormir direito;

* ansiedade;

* perda do libido;

* perda do interesse por suas tarefas cotidianas.

Em relação as mães, 15 entre 100 delas tem depressão pós parto, elas se sentem estressadas, preocupam-se o tempo todo com dinheiro, em como será o sustento da família, se sente rejeitada pelo parceiro por se sentir feia, cria suspeitas de traição pelo seu companheiro.

Os distúrbios pós parto, tanto em mulheres quanto em homens é altamente prejudicial a saúde e a  comportamentos do bebê. Ele pode se tornar uma criança que se sente rejeitada, estressada, mal humorada, chorar com facilidade, ter seu sistema nervoso e sentimental abalado, ter falta de apetite, se isolar das outras crianças e não saber conviver e nem se relacionar em grupo.

Tratamento para depressão pós parto em homens

O melhor tramamento para ambos – pais e mães – é pedir ajuda a um profissional, que saiba lidar com o caso para melhor aconselha-lo e dar segurança ao paciente. Sessões com psicoterapeutas e o uso de antidepressivos são os mais usados nesses casos, porém quando o paciente está disposto a sair da depressão, algumas sessões com psicólogos e conversar sobre isso com a parceira já são o bastante para se desiludir desse sentimento opressor e curtir a chegada do bebê.


.

Textos Relacionados:


Quer comentar ?