Fc Noticias » Saúde » Veja quem pode diagnosticar o TDAH

Veja quem pode diagnosticar o TDAH

Os transtornos psicológicos atrapalham muito a vida de qualquer indivíduo, que costuma ser acometido por essas enfermidades logo na infância. Veja nesse artigo quais as principais causas do TDAH. Saiba quais os seus sintomas, quando procurar ajuda médica, quem realiza o diagnóstico dessa doença e como o tratamento é feito.

     

O TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade) se trata de uma enfermidade onde o indivíduo demonstra impulsividade, desatenção, hiperatividade ou a combinação de todos esses sintomas juntos. É considerado, atualmente, como um dos principais transtornos infantis em todo o mundo, onde acomete de forma mais frequente os meninos.

Causas

Para os médicos a sua causa ainda não é tão clara, mas pesquisas afirmam que costumam ser herdadas geneticamente. Normalmente, o cérebro das crianças com TDAH são diferentes das crianças consideradas normais.

Sintomas

TDAH: causas, sintomas e tratamento.

Principais sintomas de um indivíduo com TDAH.

  • » Hiperatividade;
  • » Bipolaridade;
  • » Desatenção;
  • » Impulsividade;
  • » Dificuldade na realização de tarefas e jogos;
  • » Parece não prestar atenção no que falamos;
  • » Evitam ou não gostam de tarefas que demandem manter esforço mental;
  • » Se distraem facilmente;
  • » Possui problemas de memória, até mesmo em atividades cotidianas;
  • » Se levanta quando deve ficar sentado;
  • » Fica inquieto o tempo todo, mexendo as mãos e os pés intensamente;
  • » Não conseguem ficar parados por muito tempo;
  • » Não conseguem brincar em silêncio;
  • » Tem muita dificuldade em esperar até chegar a sua vez;
  • » Se intrometem em conversas, jogos e atividades sem ser chamado;
  • » Ficam falando enquanto as perguntas nem foram feitas;
  • » Apresentam sinais de depressão (nos casos mais graves).

Ajuda médica

Um bom profissional deve ser procurado assim que as criança começar a apresentar comportamentos diferentes das demais crianças, principalmente se tiverem dificuldades de convívio e interação em casa, no colégio com os coleguinhas.

Diagnóstico

O diagnóstico desse transtorno costuma ser realizado de maneira clínica por um psicólogo ou psiquiatra. Esses profissionais são responsáveis por identificar o estágio da enfermidade e ministrar o tratamento correto para cada indivíduo.

Tratamento

O tratamento dessa doença é realizado em parceria dos médicos, família, amigos e profissionais da instituição de ensino. Nesse processo, os psicólogos ou psiquiatras irão traçar um plano, definindo alguns objetivos de evolução da terapia para o quadro da criança.

O acompanhamento médico, a terapia comportamental e o uso de medicamentos, são essenciais em todas a etapas do tratamento. É muito importante que durante esse período, todos fiquem atentos ás evoluções do paciente, para saber se todo o procedimento está ou não funcionando como o planejado.

Textos Relacionados:


Quer comentar ?