Fc Noticias » Novidades » Seguro de carros como funciona: Preço e Franquia

Seguro de carros como funciona: Preço e Franquia

Leia e entenda melhor como funciona o seguro de carro. O seguro é um mecanismo muito importante para o motorista, dando um grande auxílio na hora de passar por adversidades no trânsito.

     

Quem é motorista sabe que o trânsito é uma verdadeira caixa de surpresas e que estamos sujeitos a adversidades constantemente, inclusive colisões e suas consequências. E nessas horas surgem gastos não planejados e que nem sempre podem ser arcados de imediato, é nesse ponto que entra os seguros, a seguir vamos quais os tipos de seguros e como eles funcionam, serviço que contratamos sem nunca querer usar.

Comecemos pelo seguro DPVAT, este que é pautado na legislação de transito brasileira, e da esteio as vítimas de acidentes automotores que trafeguem por meios terrestres em caso de morte, invalidez e gastos médico hospitalares. Quando envolvidos em acidentes nas vias  vem as óbito a família do mesmo recebem R$ 13.500,00. O problema é que esse tipo de seguro abarca apenas as pessoas não abarcando nenhum tipo de danos material.

A importância de se fazer um seguro do veículo está ai, conforme as clausulas de cobertura  sua apólice a seguradora é um parceiro de importância notável nessas e em outras oras ruins. Mas antes de fechar um contrato do tipo é preciso conhecer um pouco sobre mecanismo utilizados pelas empresas que ofertam esse tipo serviço.

Forma  de caculado do valor do seguro

Para estabelecer um valor para a sua apólice, a seguradora leva em consideração vários dados objetivos e subjetivos para cuculara o risco do contrato, entre eles, tempo de carteira  e idade e sexo  do assegurado, pesquisas apontam que homens se envolvem com mais frequência em acidentes que mulheres, por conseguinte, seguros para homens tendem a ser um tanto mais caros.

Modelo do veículo

Nesse quesito são analisado, questões como categoria do veículo, peso, incidência de roubo, entre outras coisas. Carros esportivos, por exemplo são mais caros por representarem risco em potencial de acidentes, graças a sua desempenho e ínsita os arroubos do motorista, gerando mais risco a asseguradora.

Itens que a seguradora cobre 

A grande maioria dos contratos completos consegue cobre um quantidade significa de itens e situações, roubo, colisão, furto, incêndio as vezes se estendendo também a terceiros. Acessórios particulares do carro exigem um seguro aparte, mesmo assim é muito importante revisar atentamente todo o contrato antes de assinar. Os valores utilizados como base de cálculos pelas seguradoras para o ressarcimento dos clientes levam em consideração a tabela FIPE, contudo, sujeitas a variações na cotação dos veículos.

E importe fazer uma ampla pesquisa de mercado e garimpar a melhor oferta de seguro, procure referências da empresa que contrata e cuidado com os pacotes desnecessários que causam diferenças expressivas na parcela final.

Textos Relacionados:


Quer comentar ?