Fc Noticias » Novidades » Dicas para diminuir os gastos e equilibrar o padrão de consumo

Dicas para diminuir os gastos e equilibrar o padrão de consumo

Quer controlar as suas finanças novamente e parar de cair nas tentações que geram montantes de dívidas? Clique AQUI e confira as super dicas do portal.

     

Comprar é uma das necessidades mais expressas pelos seres humanos, mas nem sempre o resultado do consumismo dinamizado ao longo do mês corresponde as demandas financeiras obtidas, situação que com o tempo vai formando a famosa e temida “bola de neve em dívidas”.

Essa descrição é um pouco assustadora, mas é considerada super comum na vida de milhares de pessoas, de acordo com o levantamento de especialistas econômicos, que ainda ressaltam na maioria das suas matérias o quanto a população brasileira sofre com isso, devido a impulsividade que detém.

Se apaixonar por coisas supérfluas, ter o hábito constante de gastar, não possuir um planejamento financeiro, ser “descontrolado” nas articulações de compras e outros demais fatores são as atitudes responsáveis pelo endividamento constante da sociedade.

O que fazer?

Colocar todo o orçamento em ordem, se livrar das dívidas e manter reservas de dinheiro não é tão simples como muitos pensam, mas com aprendizagens específicas e estratégias inteligentes, tudo isso pode se resolver e ficar em equilíbrio. Confira as dicas do portal a seguir porque elas serão bastante úteis.

Dicas para diminuir os gastos e equilibrar o padrão de consumo

Controlar os impulsos é uma excelente estratégia financeira.
(Foto: Reprodução)

É relevante que ao começar o processo de equilíbrio de padrão de consumo e a diminuição de gastos, todos estejam cientes que esse planejamento pode ser demorado e que muita disciplina deverá ser aplicada daqui por diante.

» Crie uma tabela de gastos mensais, listando todos os itens fixos e adicionais, além dos seus respectivos preços. Assim será possível ter uma ideia de como o dinheiro está sendo gasto e em quais segmentações os exageros estão proporcionando o descontrole financeiro;

» Anote todo o montante de gastos, descontando-os apenas na renda bruta que possui ou que a família dispõe mensalmente – se as dívidas forem compartilhadas;

» Estipule um valor de gastos para cada segmentação que necessita, como compras de supermercado, gastos com água, luz, aluguel, carro, moto, escola, saúde, vestuário, etc. Dispense as categorias de desejo por um tempo, até que as finanças fiquem positivas novamente;

» Procure opções de entretenimento, lazer, serviços alimentícios, de vestuários e outras categorias pessoais mais em conta para comprar;

» Defina metas orçamentárias de acordo com os dados levantados, assim será mais fácil ir eliminando as dívidas;

» Tente viver em um padrão de vida menos elevado nos próximos meses. Essas mudanças, mesmo que radicais, são as principais solucionadoras de problemas financeiros;

» Converse com os demais integrantes da família – se possuir – para que todos entrem nas “regras” impostas em relação aos gastos, porque quando o grupo diminui seu consumismo, as respostas são ainda mais superiores.

Dica

Se mesmo com as estratégias acima os resultados não estiverem surgindo, procure o auxílio de um economista.

Textos Relacionados:


Quer comentar ?