Fc Noticias » Saúde » Causas da obesidade identificadas pela ciência

Causas da obesidade identificadas pela ciência

Confira neste artigo quais as causas científicas da obesidade, veja dicas de como prevenir essa doença e aprenda a calcular o seu IMC de forma fácil e prática.

     

A obesidade é uma doença muito frequente nos dias de hoje, caso que não se restringe ao Brasil, mas em todo o mundo. Ela é uma enfermidade crônica multifatorial, onde as reservas de gordura aumentam demasiadamente, fazendo com que a ingestão de alimentos sejam maiores que os gastos energéticos, sendo considerada um problema sério de saúde.

Essa doença é mundial, está ligada a fatores genéticos, má alimentação e sedentarismo. Mesmo sendo considerada uma condição clínica individual, a cada dia, mais e mais pessoas são atingidas por ela.

São fatores diversos às suas causas, mas alguns cientistas das Universidades de Glasgow e Bristol, na Grã-Bretanha, afirmam que existem 8 pontos principais para a obesidade, principalmente quando ela se inicia na infância.

Os pesquisadores dizem que as maiores causas da obesidade se dá quando o indivíduo ainda é criança, devido aos maus hábitos e destacam que os primeiros anos de vida são os mais importantes para indicar se a criança terá ou não a doença posteriormente, tendo agravamento ou não.

Causas científicas

  • Obesidade dos pais;
  • Peso ao nascer;
  • Tamanho no início da vida – medido entre 8 e 18 meses;
  • Dormir pouco – menos de 10,5 horas por noite até os 3 anos de idade;
  • Ganho rápido de peso no primeiro ano de vida;
  • Crescimento rápido até os dois anos;
  • Ver televisão por mais de 8 horas até os com 3 anos ou mais;
  • Desenvolvimento de gordura corporal antes de entrar no colégio – antes dos 5 ou 6 anos de idade;

A obesidade também pode se desenvolver quando o indivíduo já estiver mais velho devido a outros fatores, tais como os transtornos alimentares, sedentarismo, má alimentação, depressão, estresse, etc. Mas para preveni-la os procedimentos são basicamente os mesmos.

Dicas para prevenir e controlar a obesidade

  • Boa alimentação da grávida;
  • Amamentação do bebê exclusivamente com leite materno até os 6 meses;
  • Começar inserir outros alimentos somente após os 6 meses de vida do bebê, tal como  sólidos, frutas, verduras, legumes e carnes magras;
  • Evitar ao máximo dar doces e alimentos gordurosos para crianças menores de 2 anos;
  • Praticar atividades físicas regularmente – se possível com a orientação de algum profissional da área;
  • Coma de 3 em três horas – realizando assim cerca de 6 refeições por dia;
  • Beba bastante água – evite tomar qualquer tipo de líquido enquanto se alimenta;
  • Evite frituras, dê preferência a alimentos grelhados, cozidos ou assados;
  • Dê preferência aos alimentos naturais, evitar os industrializados e enlatados;
  • Reduza o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Reduza o sal no preparo das refeições;
  • Prefira lanches leves a noite;
  • Comece as refeições principais comendo salada;
  • Opte por alimentos lights, barras de cereal e frutas nos lanches;

Como saber o seu IMC?

O IMC (Índice de Massa Corporal) é um dos métodos mais fáceis utilizados para medir a gordura corporal. Veja abaixo como realizar o cálculo.

Exemplo de como calcular o seu IMC. (Foto: Reprodução)

Exemplo de como calcular o seu IMC. (foto: reprodução)

Dica

 Após fizer o cálculo, pegando o modelo acima, você estiver acima do peso não opte por dietas malucas encontradas em sites de internet. Procure uma reeducação alimentar o mesmo vale para as suas práticas do dia-a-dia. Consulte um médico, procure um bom nutricionista e ambos irão ajudar no processo da perda de peso de forma saudável.

Curiosidade

Pesquisadores estrangeiros afirmam que as causas da obesidade também podem estar ligadas a vírus que elevam a produção de células da gordura e aos genes, cujas mutações aumentam o risco da doença.

Mulher com obesidade sentada. (Foto: Reprodução)

Mulher com obesidade mórbida. (foto: reprodução)

Textos Relacionados:


Quer comentar ?