Fc Noticias » Saúde » Ficar muito tempo sentado no vaso sanitário faz mal

Ficar muito tempo sentado no vaso sanitário faz mal

Existem alguns hábitos que não fazem bem para o nosso organismo, mas será que ficar sentado muito tempo no vaso sanitário é um deles? Descubra agora nesta matéria!

     

Ao decorrer da vida, criamos hábitos diários que por vezes podem vir a nos prejudicar, como ficar muito tempo sentado no vaso sanitário. Esse processo básico é considerado pelos médicos uma ameaça à saúde corporal, isso porque essa posição pode vir a ocasionar o congestionamento do sangue na região pélvica, promovendo desconfortos e o possível aparecimento das hemorroidas.

Observação: ÀS pessoas que já possuem esse distúrbio e passa um relevante tempo nessas condições, os danos são ainda maiores, como o agravamento do quadro.

Ficar muito tempo sentado no vaso sanitário faz mal

Representação de um vaso sanitário.
(Foto: Reprodução)

Por essa razão, muitos profissionais não indicam a leitura, o uso de celulares ou que o indivíduo mantenha qualquer tipo de distração enquanto estiver executando sua micção ou evacuação, pois são alguns dos motivos que propiciam a demora nos banheiros.

Hemorroidas

Essa enfermidade acomete a parte inferior do reto ou do ânus através da inflamação ou inchaço das veias encontradas nessa região. Sua propagação pode se manifestar tanto na parte interna, quanto na externa do organismo, ocasionando dores, edemas, prurido anal, eliminação de sangue após defecar, nódulos, entre outros sintomas.

As principais causas do aparecimento das hemorroidas são:

  • Diarreia;
  • Resfriados;
  • Forte pressão promovida pelo parto ou evacuação;
  • Infecções anais;
  • Alimentação com baixos índices de fibra;
  • Ficar muito tempo sentado;

Ajuda médica

Quando os sinais começarem a aparecer e for notado algo de diferente no local, o indivíduo deverá se destinar a rede de atendimento hospitalar mais próxima, para que um diagnóstico específico seja realizado do seu quadro e o tratamento correto ministrado.

Tratamento

Os métodos utilizados para conter essa anomalia são cuidados caseiros, uso de medicamentos, aplicação de injeções, coagulação infravermelha e procedimentos cirúrgicos.

Fatores de risco

  • Histórico familiar;
  • Gravidez;
  • Realização de contato íntimo anal;
  • Obesidade;
  • Ter mais que 50 anos de idade;

Complicações

  • Anemia;
  • Gangrena;

Prevenção e recomendações

 Manter uma boa alimentação, com elevadas taxas de fibras;

 Beber bastante líquido;

 Evacuar sempre que sentir vontade ao invés de ficar prendendo;

 Não permanecer longos períodos sentado;

 Evitar o uso exacerbado de papel higiênico;

 Não consumir bebidas alcoólicas;

 Tomar banhos de assentos e realizar compressas de gelo no local para aliviar os sintomas;

Atenção!

As informações contidas nesse texto são para inteiro uso de pesquisas. Para saber mais afundo sobre esse assunto, procure orientação médica.

Textos Relacionados:


Quer comentar ?