Fc Noticias » Universo Feminino » Como funciona a pílula do dia seguinte dose única?

Como funciona a pílula do dia seguinte dose única?

Entenda nesse artigo como funciona a pílula do dia seguinte, a sua eficácia, como e quando deve ser tomada, saibam quais são seus efeitos colaterais, o que o seu uso contínuo pode causar e veja como o uso da camisinha e do anticoncepcional é importante.

     

As relações sexuais entre casais é uma coisa muito comum, mas os métodos contraceptivos são ainda pouco utilizados, devido a esse fator e a ejaculação realizada dentro do corpo da mulher, muitas pessoas optam pelo uso da pílula anticoncepcional, sendo ela de dose única ou não para evitar a gravidez.

Essas pílulas possuem entre 60% a 98% de eficácia, mas tudo depende do momento em que elas são tomadas. Quanto mais próximo a relação o comprimido for tomado pela mulher, mais chances ela irá ter de evitar uma possível gravidez. Elas não funcionam como abortivos, apenas tentam impedir a fecundação, portanto, não conseguem interromper uma gravidez que já aconteceu.

A eficácia da pílula do dia seguinte de dose única é a mesma de todas as outras, porém ela é mais prática, evitando assim que o segundo comprimido seja esquecido de ser tomado. Ela deve ser tomada em até 72 horas após a relação sexual. Também é importante lembrar que ingerir dois comprimidos de uma única dose não aumenta a sua eficácia.

Outro ponto essencial a se ressaltar é que as pílulas ficam menos eficazes quando a mulher está em seu período fértil, onde elas possuem até 40% de chances a mais de engravidar.

Se você faz o uso do anticoncepcional de maneira correta, não é necessário que a pílula seja utilizada, mas se você falhou o seu uso por alguns dias do mês e teve relações sem camisinha, ela pode ser tomada.

As pílulas anticoncepcionais não são indicadas para uso contínuo pois serve apenas como um método de apoio para uso ocasional. Esse medicamento não protege o organismo durante o mês inteiro como o anticoncepcional, mas sim apenas para aquela relação sexual que foi objeto do seu uso. Isso se dá devido a pílula do dia seguinte não ter efeito acumulativo.

Principais efeitos colaterais

* Dor nos seios;

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

* Menstruação irregular por até 3 meses após seu uso;

* Vômitos;

* Enjoos;

* Pequenos sangramentos;

* Mau estar;

* Náuseas;

* Ganho de peso.

Todos os efeitos descritos acima costumam se dar devido ao uso demasiado das pílulas do dia seguinte. Elas possuem uma taxa muito grande de hormônios, que atrapalha o funcionamento do organismo, podendo causar diversas irregularidades. Uma pílula chega a valer 10 comprimidos de um único comprimido anticoncepcional. O seu uso contínuo aumenta as chances da mulher adquirir cânceres, trombose e diversas outras doenças mais sérias.

Lembre-se: 

O uso da pílula do dia seguinte previne a gravidez, mas não evita o contágio de doenças sexualmente transmissíveis (DST’S), por isso é tão importante o uso da camisinha em todas as relações.

Procure um bom ginecologista para que ele te passe um bom anticoncepcional e utilize de maneira correta todos os dias, respeitando os seus horários. Utilize a pílula do dia seguinte apenas em casos extremos.

Textos Relacionados:


Quer comentar ?