Fc Noticias » Promoções » Como equipar uma bicicleta

Como equipar uma bicicleta

Equipar uma bicicleta é um caminho bastante complexo para quem ainda é um iniciante no mundo do ciclismo. Pensando nisso elaboramos esse artigo que lhe dá dicas valiosas para um upgrade na sua bike.

     

As bicicletas são meios de transporte que utiliza de um sistema de pedais para que o esforço do condutor se transforme em movimento. Durante os séculos de sua existência as bike foram sendo aprimoradas e hoje compreendem um amplo seguimento, subdividido em varias categorias, tornando-as bastante versáteis, podendo ser usadas inclusive para diversas modalidade de esportes.

Embora a estrutura de um bicicleta parece algo simples, ciclistas iniciantes enfrentam grandes dificuldades para mota-las e equipa-las, são varias partes importes, que devem ser levadas em consideração na hora de conjugar o projeto de uma bike que vise performance e resistência. Pensando nisso nós da equipe Fc Notícia elaboramos um guia bem dinâmico para dar uma encorpada na magrela

ciclista

forma com que você equipa sua bicicleta deve levar em consideração qual será a modalidade que você pretende praticar.

O Quadro e Garfo

Quadro de carbono

Quadro de carbono

Muitas pessoas erram na escolha do quadro por considerar apenas o visual, embora este ponto seja importante, deve ser deixado em segundo plano. O primeiro passo e se perguntar qual será a aplicabilidade da bike, downhill, bicicross, mountain bike, cicloturismo, enduro, ciclismo em pista e por ai vai, a escolha do quadro para a modalidade que o corresponde é essencial para um bom desempenho e segurança do ciclista.

Após a escolha da categoria na qual pretende se desenvolver, chega a hora de escolher o tamanho do quadro, essa decisão deve privilegiar o conforto postural tendo em vista sua altura, quatros de 17″ são indicados para pessoas com até 1,60 metros, 19″ para indivíduos dentro da casa dos 1,70 metros e alturas acima recomenda-se de 20″ em diante.

Se seus destinos de bicicleta compreenderem exclusivamente terrenos regulares com asfaltos e pistas o ideal são os garfos, eles são mais baratos e mais leves e oferecem um ótimo custo benefício. No entanto, se pretende realizar trajetos em terrenos acidentados é melhor optar por uma suspensão dianteira, que absorvem melhor o impacto e facilita e dorna as pedaladas mais aprazíveis. Existem três tipos de suspensão, a  elastômetro, ar e a óleo  a primeira necessita de pouca manutenção, sua performance é reduzida, enquanto as duas ultimas são de maior precisão na absorção de grandes impactos.

Freios e grupo

componentes de um grupo

componentes de um grupo

Essa parte é sem dúvida a mais difícil e a mais cara da bicicleta, se o problema não for dinheiro ai fica fácil adquirir um bom sistema de câmbio como é o caso, boas opções são o Deore, Alivio, XTR  da Shimano, mas ai você pode se preparar para gastar até 5.000,00 apenas com essas peças.

A procura pelo melhor grupo para você deve levar em consideração primeiramente a segurança, as vezes nem é preciso gastar tanto dinheiro. Olhe bem a relação  do grupo que deseja compra e faça pesquisa em fóruns especializados sobre eficiente de cada um dos componentes  assim você consegue uma bike de qualidade e ainda com uma pecúnia possível. Dentre as principais peças de um grupos está o câmbio traseiro e o dianteiro, a corrente, catraca, pé-de-vela, comandos, cubos e  freios.

Existem uma série de outras partes da bicicleta que não enfatizamos mas nem por isso deixam de ser importantes, é o caso dos aros, dos rainhos, mesa, guidão, caixa de direção, pneu e câmara de ar. Todos essas devem ser pensados hormonicamente dentro do conjunto para que consigam trabalhar coordenadamente nas pedaladas e proporcionar mais rendimento, segurança e prazer para o atleta.

Textos Relacionados:


Quer comentar ?