Fc Noticias » Novidades » Caroço dolorido na nuca

Caroço dolorido na nuca

Os caroços que surgem na região do pescoço podem ter diferentes causas, por isso devem ser observados e ainda faz-se necessário esclarecer as dúvidas através de um consulta médica, como forma de precaver problemas mais sérios.

     

Em determinadas das fases da vida é comum de surgirem saliências em alguma região do corpo humano. Quando um “caroço” aparece no local do pescoço, é importante ter consciência de que pode ser proveniente de causa comuns, de efeito benigno ou maligno. Esse tipo de nódulo cervical, pode ser classificado seguindo a gravidade e os fatores desencadeantes.

Caroço

A gravidade do caroço dependerá de inúmeros fatores, em destaque está a região que surge.

Os tipos de nódulos (caroços):

  • Normais – se apresenta de forma linfática, também são conhecidos como gânglios ou “ínguas” que surgem com a função de despertar a defesa imunológica do organismo. Sua característica é mais lisa e formato elíptico, também não apresentam dores. Podem estar associado às viroses em crianças, como a varicela, rubéola e infecções.
  • Congênitos – presentes no corpo desde o nascimento podem ser provenientes de uma má formação durante a gestação. São arredondados, elásticos e indolores, denominados como cistos e hemangiomas.
  • Tumorais - acometem a região de cabeça e do pescoço,isso em qualquer tecido. Podendo ser divididos em benigno originados de glândulas salivares derivados de alguma alteração genética e os tumores malignos, classificados como carcinoma epidermoide porém, sua gravidade dependerá de inúmeros fatores, em destaque está a região que surge.

O tratamento para o caroço no pescoço também se baseia em cada um dos tipos, ou seja, a causa que originou o problema. Portanto, o recomendável é procurar um médico capaz de avaliar o caso e indicar se necessário, os exames comprobatórios para tal situação. O médico oncologista é o mais indicado, embora o clínico geral também possa colaborar com o diagnóstico.

Podem ser indicados medicamentos anti-inflamatórios e antibióticos em casos de infecções, intervenção cirúrgica nos casos de má formação e tratamento direcionado a câncer, nos graves tumores malignos.

Textos Relacionados:


Quer comentar ?